Hospital de campanha opera com 22% de sua capacidade e número de pacientes recuperados já chega passa de 1.600

Desde o início da pandemia da Covid-19, a prefeitura tem atuado em diversas frentes para assegurar o atendimento à população e combater a disseminação do vírus. Nesta segunda-feira (10), a Secretaria Municipal da Saúde registrou a menor taxa de ocupação de leitos dos últimos dois meses. O Hospital de Campanha do município opera atualmente com 22% de sua capacidade total e o número de pacientes recuperados já passa de 1.600.

Esse resultado é reflexo de uma série de ações da prefeitura adotadas unicamente para reduzir o impacto da doença para os franco-rochenses. Entre as principais estratégias, destacam-se a contratação de 28 leitos de UTI para a região, construção do hospital de campanha, admissão de mais de 90 profissionais para atuarem na linha de frente, oferta de atendimento remoto via Plantão de Dúvidas (no telefone 0800 484 8006) e aplicativo Monitora Covid, extensão do horário de atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), entre outras medidas emergenciais.

Mais testes rápidos

A capacidade de testagem do município também foi fundamental para o controle epidemiológico da doença. Mais de 85% dos casos foram testados, levando a cidade a atingir uma das maiores taxas de aplicação de testes da região.

Análise da taxas de transmissão do vírus para redução do contágio

No mês passado, Franco da Rocha realizou a Pesquisa de Soroprevalência da Covid-19. O estudo baseia-se em uma investigação científica sobre a transmissão do Coronavírus para determinar a situação epidemiológica da cidade.

Durante o processo, os agentes comunitários de saúde visitaram dezenas de residências para realização de testes rápidos e coleta de informações sociodemográficas. A análise desses dados é fundamental para que a Secretaria da Saúde conheça o cenário da pandemia nos bairros e possa traçar as estratégias de combate à Covid-19.

Além disso, a cidade conta com colaboradores capacitados que realizam monitoramento constante dos pacientes durante todo o ciclo da Covid. O setor de Vigilância Epidemiológica inicia esse trabalho assim que os casos são notificados e continuam até mesmo depois que os pacientes recebem alta. Desta forma, Franco da Rocha também alcança a maior taxa de pacientes recuperados da região, chegando a mais de 85% em relação aos casos confirmados da doença.